Endividamento – Cemig GT

Endividamento – Cemig GT

O total da dívida bruta consolidada da Companhia, em 31 de dezembro de 2020, era de R$15.020.558, montante R$244.527 superior ao do final de 2019, em função, principalmente, da desvalorização do real, que impactou no aumento da dívida em dólar em R$1,76 bilhão no período.

Entretanto, todos os parâmetros que medem a saúde financeira da empresa se encontram em níveis bastante confortáveis tais como o quociente entre a dívida e Lajida que alcançou 1,28 vezes. A política de gestão financeira da Cemig procura assegurar o crescimento sustentado e a criação de valor para os acionistas atuando de forma a maximizar o resultado financeiro:

  • Endividamento busca maximizar os benefícios da estrutura de capital;
  • Redução do custo médio ponderado de capital;
  • Ampliação do acesso ao mercado financeiro;
  • Combinação de custos reduzidos com prazos alongados;
Dívida Cemig Consolidada
Consolidado 2021 2022 2023 2024 2025 2026 Total
Moedas
Dólar Norte Americano 60.932 7.804.752 7.865.684
Total por moedas 60.932 7.804.752 7.865.684
Indexadores  
IPCA 1.043.057 614.759 247.911 340.706 1.138.430 1.478.224 4.863.087
UFIR/RGR 3.414 3.265 2.379 9.058
CDI 911.055 569.535 560.000 270.000 2.310.590
URTJ/TJLP 52.758 19.968 72.726
Total por indexadores 2.010.284 1.207.527 810.290 610.706 1.138.430 1.478.224 7.255.461
(-) Custos de transação (11.901) (791) (772) (18.415) (5.302) (19.792) (56.973)
(±) Recursos antecipados (25.314) (25.314)
(-) Deságio (9.150) (9.150) (18.300)
Total geral 2.059.315 1.206.736 809.518 8.371.729 1.123.978 1.449.282 15.020.558

 

 

 

 

Última atualização em 26 de agosto de 2021
Close